A AAMARTE

A Associação dos Amigos da Arte – AAMARTE foi criada em 1999 com o propósito de promover a cidadania e o desenvolvimento humano através do ensino e difusão das artes no Ceará. Constituída juridicamente apenas em 2003, está sediada no município de Pindoretama e tem como público prioritário crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Ao escolher a linguagem musical como principal ferramenta facilitadora de suas atividades, a AAMARTE tem atuado nos últimos vinte e um anos na inclusão sociocultural e na formação cidadã de centenas de crianças e jovens. Para tanto, criou e mantém a Escola de Música da Orquestra de Sopros de Pindoretama, que já formou mais de 1.200 instrumentistas ao longo de sua existência e originou um dos mais exitosos programas de educação musical desenvolvidos no Ceará.

 

A AAMARTE acredita que estabelecer parcerias é essencial para que haja uma verdadeira transformação social. Neste sentido, tem agregado diversos parceiros no decorrer de sua trajetória, influenciando-os e sendo influenciada por eles. Após receber o Título de Utilidade Pública Municipal em 2005, mantém desde então - em parceria com a Prefeitura de Pindoretama - um programa de concessão de bolsas de estudo (ajuda de custo mensal) a 33 jovens músicos da Orquestra de Sopros. Desde 2007 - em parceira com a Secretaria da Cultura do Ceará e a empresa Enel - tem o apoio do Governo do Estado, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (Mecenato Estadual), o que tem garantido a manutenção parcial da atividades da Orquestra de Sopros de Pindoretama.

Em 2009 foi contemplada com o Edital Pontos de Cultura, sendo reconhecida como Ponto de Cultura pelo Ministério da Cultura. O reconhecimento garantiu apoio financeiro durante três anos, permitindo a ampliação de suas atividades e o atendimento a 400 beneficiários. Assim, foi criado o projeto Ponto de Cultura Amigos da Arte, viabilizando a implementação de novos grupos artísticos como a Orquestra Sinfônica Infantojuvenil, o Coral Infantil e o Grupo de Flautas. Através do Ponto de Cultura os estudantes de música também participaram das oficinas de Editoração de Partituras, cujas partituras editadas encontram-se no banco de partituras virtual da Secretaria da Cultura do Ceará, encontrando-se disponíveis no sítio www.secult.ce.gov.br.

 

Em 2019 iniciou a parceria com o Instituto EDP e a empresa EDP, expandindo suas ações para o município de São Gonçalo do Amarante, criando uma nova orquestra, - a Orquestra Infantojuvenil de São Gonçalo do Amarante - que atende a 100 crianças e jovens da zona rural através de oficinas de formação musical em instrumentos de orquestra. Mantém ainda, em parceria com o Instituto EDP, a Orquestra Contemporânea Brasileira.  Em parceria com a Prefeitura de Limoeiro do Norte mantém também a Orquestra Infantojuvenil Limoeirense.

     

Apesar do atual cenário de pandemia, a AAMARTE continua oferecendo - de forma remota - formação musical para mais de 400 crianças e adolescentes,  em três municípios do Ceará. Desta forma, a AAMARTE preserva seu objetivo principal de ofertar formação musical gratuita, contribuindo também para a saúde mental de seus beneficiários.

 

Em resposta aos problemas sociais que influenciaram a situação econômica do Brasil por conta da pandemia, a AAMARTE mantém ativa uma campanha de arrecadação de alimentos para as famílias de seus beneficiários cujos responsáveis encontram-se em situação de desemprego. 

FOTO+FACHADA+PONTO+SITE.jpg

ONDE ESTAMOS

A AAMARTE realiza suas atividades em quatro municípios do Ceará: Pindoretama, Fortaleza, São Gonçalo do Amarante e Limoeiro do Norte. 

Na capital cearense, Fortaleza, em parceria com o Sinfonia.Br, mantém a Orquestra Contemporânea Brasileira. Em Pindoretama, onde localiza-se a sua sede, mantém a Escola de Música de Pindoretama. Já em São Gonçalo do Amarante e Limoeiro do Norte, desenvolve ações de formação musical, respectivamente, na Orquestra Infantojuvenil de São Gonçalo do Amarante e  Orquestra Infantojuvenil Limoeirense. 

NOSSA MISSÃO

Contribuir para o desenvolvimento social e o empoderamento das comunidades onde atuamos, ofertando formação cidadã e profissional para crianças, adolescentes e jovens, tendo como instrumentos facilitadores a educação e a arte.

NOSSA VISÃO

Tornar-se uma organização social de referência -  nacional e internacional - na promoção do desenvolvimento de crianças, adolescentes e jovens, tendo como base as metodologias desenvolvidas a partir de nossa experiência nas áreas da formação artística e gestão.

NOSSOS VALORES

Amor; Respeito; Ética; Parceria; Transparência; Empoderamento; Protagonismo; Transformação Social; Alta Performance.

 

A AAMARTE E OS ODS

Os ODS são os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável propostos pela ONU, Organização das Nações Unidas, para acabar com a pobreza, proteger o planeta e assegurar que todas as pessoas tenham paz e prosperidade.

Os 17 ODS da ONU. Fonte: [https://nacoesunidas.org/pos2015/]

Ao total, são 17 objetivos que compõem os ODS atualmente. Entre eles, temos objetivos como educação de qualidade, vida na água e energia limpa e acessível. A partir deles, a ONU pretende promover uma agenda de desenvolvimento que visa garantir um futuro melhor – em todos os âmbitos – tanto para a humanidade quanto para o planeta Terra.

Os objetivos contemplados nos ODS são baseados nos oito ODM – Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Dessa forma, a agenda da ONU para essa década e os ODS foram criados para que, em um período mais curto de tempo, sejam levantadas e implementadas propostas para garantir os objetivos que compõem os ODM.

Essa nova agenda sustentável da ONU foi resultado da conferência Rio+20, uma conferência da ONU realizada em junho de 2012 no Rio de Janeiro. Nela foi discutido, entre todos os Estados-membros, o desenvolvimento sustentável e formas de atingi-lo no futuro.

Assim, em consonância com os objetivos propostos pela ONU, a AAMARTE tem suas ações pautadas nos seguintes ODS:

ODS  1: Erradicação da pobreza

ODS  2: Fome zero e agricultura sustentável

ODS  4: Educação de qualidade

ODS  5: Igualdade de gênero

ODS10: Redução das desigualdades

grid-global-goals-header-1.jpg